sábado, 25 de julho de 2009

Semântica:Antonímia, Sinonímia, Homonímia e Paronímia

Fonte: www.slideshare.net/budal202/semantica-1514485
Semantica - Presentation Transcript
1. SEMÂNTICA Semântica é o estudo do sentido das palavras de uma língua. Na língua portuguesa, o significado das palavras leva em consideração: SINONÍMIA, ANTONÍMIA HOMONÍMIA, PARONÍMIA e POLISSEMIA.
2. SINONÍMIA:
o É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados iguais ou semelhantes, ou seja, os sinônimos: Exemplos: Cômico - engraçado / Débil - fraco, frágil / Distante - afastado, remoto.
3. ANTONÍMIA :
o É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados diferentes, contrários, isto é, os antônimos: Exemplos: Economizar - gastar / Bem - mal / Bom - ruim.
4. HOMONÍMIA :
o É a relação entre duas ou mais palavras que, apesar de possuírem significados diferentes, possuem a mesma estrutura fonológica, ou seja, os homônimos:
o As homônimas podem ser as: HOMÓGRAFAS, HOMÓFONAS e PERFEITAS.
5. HOMÓGRAFAS :
o São palavras iguais na escrita e diferentes na pronúncia. Exemplos: gosto (substantivo) - gosto / (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo gostar) / conserto (substantivo) - conserto (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo consertar);
6. HOMÓFONAS :
o São palavras iguais na pronúncia e diferentes na escrita. Exemplos: cela (substantivo) - sela (verbo) / cessão (substantivo) - sessão (substantivo) / cerrar (verbo) - serrar ( verbo);
7. PERFEITAS :
o São palavras iguais na pronúncia e na escrita. Exemplos: cura (verbo) - cura (substantivo) / verão (verbo) - verão (substantivo) / cedo (verbo) - cedo (advérbio);
8. PARONÍMIA :
o É a relação que se estabelece entre duas ou mais palavras que possuem significados diferentes, mas são muito parecidas na pronúncia e na escrita, isto é, os parônimos: Exemplos: cavaleiro - cavalheiro / absolver - absorver / comprimento - cumprimento/ aura (atmosfera) - áurea (dourada)/ conjectura (suposição) - conjuntura (situação decorrente dos acontecimentos)/ descriminar (desculpabilizar) - discriminar (diferenciar)/ desfolhar (tirar ou perder as folhas) - folhear (passar as folhas de uma publicação)/ despercebido (não notado) - desapercebido (desacautelado)/ geminada (duplicada) - germinada (que germinou)/ mugir (soltar mugidos) - mungir (ordenhar)/ percursor (que percorre) - precursor (que antecipa os outros)/ sobrescrever (endereçar) - subscrever (aprovar, assinar)/ veicular (transmitir) - vincular (ligar).
9. POLISSEMIA :
o É a propriedade que uma mesma palavra tem de apresentar vários significados. Exemplos: Ele ocupa um alto posto na empresa. / Abasteci meu carro no posto da esquina. / Os convites eram de graça. / Os fiéis agradecem a graça recebida

Fonte: PUCRS
Homônimos e Parônimos


1. Definições


- Homônimos: vocábulos que se pronunciam da mesma forma, e que diferem no sentido.
- Homônimos perfeitos: vocábulos com pronúncia e grafia idênticas (homófonos e homógrafos). Ex.:
São: 3ª p. p. do verbo ser. - Eles são inteligentes.
São: sadio. - O menino, felizmente, está são.
São: forma reduzida de santo. - São José é meu santo protetor.

- Homônimos imperfeitos: vocábulos com pronúncia igual (homófonos), mas com grafia diferente (heterógrafos). Ex.:
Cessão: ato de ceder, cedência
Seção ou secção: corte, subdivisão, parte de um todo
Sessão: espaço de tempo em que se realiza uma reunião

- Parônimos: vocábulos ou expressões que apresentam semelhança de grafia e pronúncia, mas que diferem no sentido. Ex.:
Cavaleiro: homem a cavalo
Cavalheiro: homem gentil

2. Lista de Homônimos e Parônimos


Acender - pôr fogo a
Ascender - elevar-se, subir

Acento - inflexão de voz, tom de voz, acento
Assento - base, lugar de sentar-se

Acessório - pertences de qualquer instrumento ou máquina; que não é principal
Assessório - diz respeito a assistente, adjunto ou assessor

Aço - ferro temperado
Asso - do v. assar

Anticéptico - contrário ao cepticismo
Antisséptico - contrário ao pútrido; desinfetante

Asar - guarnecer de asas
Azar - má sorte, ocasionar

Brocha - tipo de prego
Broxa - tipo de pincel

Caçado - apanhado na caça
Cassado - anulado

Cardeal - principal; prelado; ave; planta; ponto (cardeal)
Cardial - relativo à cárdia

Cartucho - carga de arma de fogo
Cartuxo - frade de Cartuxa

Cédula - documento
Sédula - feminino de sédulo (cuidadoso)

Cegar - tornar ou ficar cego
Segar - ceifar

Cela - aposento de religiosos; pequeno quarto de dormir
Sela - arreio de cavalgadura

Censo - recenseamento
Senso - juízo

Censual - relativo a censo
Sensual - relativo aos sentidos

Cerra - do verbo cerrar (fechar)
Serra - instrumento cortante; montanha; do v. serrar (cortar)

Cerração - nevoeiro denso
Serração - ato de serrar

Cerrado - denso; terreno murado; part. do v. cerrar (fechado)
Serrado - particípio de serrar (cortar)

Cessão - ato de ceder
Sessão - tempo que dura uma assembléia
Secção ou seção - corte, divisão

Cevar - nutrir, saciar
Sevar - ralar

Chá - infusão de folhas para bebidas
Xá - título do soberano da Pérsia

Cheque - ordem de pagamento
Xeque - perigo; lance de jogo de xadrez; chefe de tribo árabe

Cinta - tira de pano
Sinta - do v. sentir

Círio - vela de cera
Sírio - relativo à Síria; natural desta

Cível - relativo ao Direito Civil
Civil - polido; referente às relações dos cidadãos entre si

Cocho - tabuleiro
Coxo - que manqueja

Comprimento - extensão
Cumprimento - ato de cumprir, saudação

Concelho - município
Conselho - parecer

Concerto - sessão musical; harmonia
Conserto - remendo, reparação

Concílio - assembléia de prelados católicos
Consílio - conselho

Conjetura - suposição
Conjuntura - momento

Coringa - pequena vela triangular usada à proa das canoas de embono; moço de barcaça
Curinga - carta de baralho

Corisa - inseto
Coriza - secreção das fossas nasais

Coser - costurar
Cozer - cozinhar

Decente - decoroso
Descente - que desce

Deferir - atender, conceder
Diferir - distinguir-se; posicionar-se contrariamente; adiar (um compromisso marcado)

Descargo - alívio
Desencargo - desobrigação de um encargo

Desconcertado - descomposto; disparato
Desconsertado - desarranjado

Descrição - ato de descrever
Discrição - qualidade de discreto

Descriminar - inocentar
Discriminar - distinguir, diferenciar

Despensa - copa
Dispensa - ato de dispensar

Despercebido - não notado
Desapercebido - desprevenido

Édito - ordem judicial
Edito - decreto, lei (do executivo ou legislativo)

Elidir - eliminar
Ilidir - refutar

Emergir - sair de onde estava mergulhado
Imergir - mergulhar

Emerso - que emergiu
Imerso - mergulhado

Emigração - ato de emigrar
Imigração - ato de imigrar

Eminente - excelente
Iminente - sobranceiro; que está por acontecer

Emissão - ato de emitir, pôr em circulação
Imissão - ato de imitir, fazer entrar

Empossar - dar posse
Empoçar - formar poça

Espectador - o que observa um ato
Expectador - o que tem expectativa

Espedir - despedir; estar moribundo
Expedir - enviar

Esperto - inteligente, vivo
Experto - perito ("expert")

Espiar - espreitar
Expiar - sofrer pena ou castigo

Esplanada - terreno plano
Explanada (o) - part. do v. explanar

Estasiado - ressequido
Extasiado - arrebatado

Estático - firme
Extático - absorto

Esterno - osso dianteiro do peito
Externo - que está por fora

Estirpe - raiz, linhagem
Extirpe - flexão do v. extirpar

Estofar - cobrir de estofo
Estufar - meter em estufa

Estrato - filas de nuvens
Extrato - coisa que se extraiu de outra

Estremado - demarcado
Extremado - extraordinário

Flagrante - evidente
Fragrante - perfumado

Fluir - correr
Fruir - desfrutar

Fuzil - arma de fogo
Fusível - peça de instalação elétrica

Gás - fluido aeriforme
Gaz - medida de extensão

Incidente - acessório, episódio
Acidente - desastre; relevo geográfico

Infligir - aplicar castigo ou pena
Infringir - transgredir

Incipiente - que está em começo, iniciante
Insipiente - ignorante

Intenção - propósito
Intensão - intensidade; força

Intercessão - ato de interceder
Interseção - ato de cortar

Laço - nó que se desata facilmente
Lasso - fatigado

Maça - clava; pilão
Massa - mistura

Maçudo - maçador; monótono
Massudo - que tem aspecto de massa

Mandado - ordem judicial
Mandato - período de permanência em cargo

Mesinha - diminutivo de mesa
Mezinha - medicamento

Óleo - líquido combustível
Ólio - espécie de aranha grande

Paço - palácio real ou episcopal
Passo - marcha

Peão - indivíduo que anda a pé; peça de xadrez
Pião - brinquedo

Pleito - disputa
Preito - homenagem

Presar - aprisionar
Prezar - estimar muito

Proeminente - saliente no aspecto físico
Preeminente - nobre, distinto

Ratificar - confirmar
Retificar - corrigir

Recreação - recreio
Recriação - ato de recriar

Recrear - proporcionar recreio
Recriar - criar de novo

Ruço - grave, insustentável
Russo - da Rússia

Serva - criada, escreva
Cerva - fêmea do cervo

Sesta - hora do descanso
Sexta - redução de sexta-feira; hora canônica; intervalo musical

Tacha - tipo de prego; defeito; mancha moral
Taxa - imposto

Tachar - censurar, notar defeito em; pôr prego em
Taxar - determinar a taxa de

Tráfego - trânsito
Tráfico - negócio ilícito

Viagem - jornada
Viajem - do verbo viajar

Vultoso - volumoso
Vultuoso - inchado



SAIBA MAIS

Existem também expressões que apresentam semelhanças entre si, e têm significação diferente. Tal semelhança pode levar os utentes da língua a usar uma expressão uma em vez de outra.
• Acerca de: sobre, a respeito de. Fala acerca de alguma coisa.

A cerca de: a uma distância aproximada de. Mora a cerca de dez quadras do centro da cidade.

Há cerca de: faz aproximadamente. Trabalha há cerca de cinco anos.

• Ao encontro de: a favor, para junto de. Ir ao encontro dos anseios do povo. Ir ao encontro dos familiares.

De encontro a: contra. As medidas vêm de encontro aos interesses do povo.

• Ao invés de: ao contrário de

Em vez de: em lugar de. Usar uma expressão em vez de outra.

• A par: ciente. Estou a par do assunto.

Ao par: de acordo com a convenção legal, sem ágio, sem abatimentos (câmbio, ações, títulos, etc.).

• À-toa (adjetivo): ordinário, imprestável. Vida à-toa.

À toa (advérbio): sem rumo. Andar à toa.


Outras Formas Homônimas e Parônimas


Além das palavras listadas no capítulo anterior, existem outras formas parônimas e homônimas imperfeitas, com pronúncia igual (homófonas) e grafia diferente (heterógrafas). É evidente que essa semelhança causa hesitações e induz a erros no ato de redigir.

1. PORQUÊS

- Porque: é conjução subordinativa causal; equivale a pois . Ele não veio porque choveu.
- Porquê: é a mesma conjunção subordinativa causal substantivada; é sinônimo de motivo, razão. Não sei o porquê da ausência dele.
- Por que: é a preposição por seguida de pronome interrogativo que; eqüivale a por que motivo, pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais. Por que ele não veio? Eis o motivo por que não veio.
- Por quê: é o mesmo por que anterior, quando em fim de frase. Você não veio por quê?

2. ONDE/ AONDE

- Onde: empregado em situações estáticas (com verbos de quietação). Onde moras?
- Aonde: empregado em situações dinâmicas (com verbos de movimento). Equivale para onde. Aonde vais?

3. -EM, -ÉM, -ÊM, -ÊEM.

- -EM (tônico): em vocábulos monossilábicos: bem, cem, trem.
- -ÉM: em vocábulos oxítonos com mais de uma sílaba: armazém, ninguém, ele mantém.
- -ÊM: em formas da 3ª pessoa do plural do presente do indicativo dos verbos ter e vir e seus derivados: eles têm, vêm, provêm, detêm.
- -ÊEM: em formas da 3ª pessoa do plural dos verbos dar, crer, ler e ver e de seus derivados: dêem, vêem, lêem, vêem, descrêem, relêem, prevêem.

OBSERVE:
SINGULAR PLURAL
ELE TEM
ELE VEM
ELE CONTÉM
ELE DETÉM
ELE RETÉM
ELE SE ATÉM
ELE PROVÉM ELES TÊM
ELES VÊM
ELES CONTÊM
ELES DETÊM
ELES RETÊM
ELES SE ATÊM
ELES PROVÊM



SINGULAR PLURAL
QUE ELE DÊ
ELE CRÊ
ELE DESCRÊ
ELE LÊ
ELE VÊ
ELE PREVÊ
ELE RELÊ
ELE REVÊ QUE ELES DÊEM
ELES CRÊEM
ELES DESCRÊEM
ELES LÊEM
ELES VÊEM
ELES PREVÊEM
ELES RELÊEM
REVÊEM




4. -ÊS (-ESA)/ -EZ (-EZA)

- -ÊS (-ESA): ANEXA-SE A SUBSTANTIVOS
SUBSTANTIVO SUFIXO ADJETIVO DERIVADO
MONTE
CORTE
BURGO
MONTANHA
CHINA +ÊS
+ÊS
+ÊS
+ÊS
+ÊS MONTÊS
CORTÊS
BURGUÊS
MONTANHÊS
CHINÊS




OBSERVAÇÕES:

- Terminam com o sufixo -ês os gentílicos: francês, japonês, inglês, marquês.
- Também terminam com o sufixo -ês títulos nobiliárquicos e outros.
- O sufixo -esa é o mesmo sufixo -ês no feminino: portuguesa, marquesa.

- EZ (-EZA): anexa-se a adjetivos
ADJETIVO SUFIXO SUBSTANTIVO ABSTRATO*
ÁCIDO
ALTIVO
HONRADO
CLARO
TRISTE
POBRE +EZ
+EZ
+EZ
+EZA
+EZA
+EZA ACIDEZ
ALTIVEZ
HONRADEZ
CLAREZA
TRISTEZA
POBREZA


* Indica qualidade, estado, condição.


5. -ISA/-IZ (-IZA)

- -ISA: anexa-se a substantivos
SUBSTANTIVO MASCULINO SUFIXO SUBSTANTIVO FEMININO
DIÁCONO
PAPA
POETA
PROFETA
SACERDOTE +ISA
+ISA
+ISA
+ISA
+ISA DIACONISA
PAPISA
POETISA
PROFETISA
SACERDOTISA




- -IZA: é a terminação feminina correspondente a substantivos masculinos em -iz: juiz/juíza

6. -IZAR/-ISAR

- -IZAR: anexa-se a substantivos ou a adjetivos que não tenham "s" no radical.
SUBSTANTIVOS/ ADJETIVOS SUFIXO VERBO
AGONIA
AMENO
IDEAL
SUAVE +IZAR
+IZAR
+IZAR
+IZAR >AGONIZAR
AMENIZAR
IDEALIZAR
SUAVIZAR


SUBSTANTIVO COM RADICAL EM -IZ SUFIXO VERBO
CICATRIZ
RAIZ
VERNIZ
DESLIZ(E) +AR
+(EN) +AR
+(EN) +AR
+AR CICATRIZAR
ENRAIZAR
ENVERNIZAR
DESLIZAR




- -IS(AR): corresponde a palavras acabadas em -ISO, -ISA, -ISE, -IS.
TERMINAÇÕES EM -ISO, -ISA, -ISE E -IS +AR VERBO
ANÁLISE
PESQUISA
PISO
AVISO
ÍRIS +AR
+AR
+AR
+AR
+AR ANALISAR
PESQUISAR
PISAR
AVISAR
IRISAR




7. -SINHO/-ZINHO

-SINHO: corresponde a substantivos cujo radical termina com "s".
SUBSTANTIVOS TERMINAÇÃO DIMINUTIVO
ADEUS
CHINÊS
MÊS(A)
PRINCES(A) +INHO
+INHO
+INHA
+INHA ADEUSINHO
CHINESINHO
MESINHA
PRINCESINHA




OBSERVAÇÃO:
O sufixo é, na verdade, -inho, que se acrescenta a substantivo com radical que termina em "s": mês(a) + inha = mesinha

-ZINHO: anexa-se a palavras cujo radical não termina em "s".

SEM S +(Z)INHO DIMINUTIVO
ANEL
CAFÉ
PAI

PÉ +Z+INHO
+Z+INHO
+Z+INHO
+Z+INHO
+Z+INHO ANELZINHO
CAFEZINHO
PAIZINHO
SOZINHO
PEZINHO




OBSERVAÇÃO:
O sufixo é, na verdade, -INHO, que se liga ao radical mediante a consoante de ligação -Z:
Anel + consoante de ligação -Z + sufixo -INHO = anelzinho.
O diminutivo plural se forma de acordo com o seguinte processo:

SUBSTANTIVO PLURAL SUBTRAÇÃO DE -S + CONSOANTE DE LIGAÇÃO -Z + SUFIXO -INHO(S)
ANEL
CORAÇÃO ANÉIS
CORAÇÕES ANEI
CORAÇÕE ANEIZ
CORAÇÕEZ ANEIZINHOS
CORAÇÕEZINHOs




Simplificadamente: rei(s) + z + inhos = reizinhos

8. A FIM/AFIM

- Afim: parente por afinidade; semelhante. Não podem casar os afins.
- A fim (de): para. Ele veio a fim de ajudar.

9. ENFIM/ EM FIM

- ENFIM = finalmente. Enfim sós.
- EM FIM = no final. Ele está em fim de carreira.

10. SE NÃO/ SENÃO

- SE NÃO: caso não. Viajarei se não chover.
- SENÃO : caso contrário; a não ser; mas. Vá, senão eu vou.

7 comentários:

  1. poxa rsr só a explicação citada acima ajudou 100% :D deu p/ relembrar muita coisa vlw

    ResponderExcluir
  2. Deu pra tirar as minhas dúvidas bem rápido. Valeu professor.

    ResponderExcluir
  3. Essas letras são muitos claras, não dar quase nem de enxergar!!

    ResponderExcluir
  4. Me ajudou bastante, pesso outra ajuda se você souber me explicar oque é período composto por coordenação e subordinação. Mada para o meu E-mail a resposta: marcelovnogueira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Que benção, ajudou bastante. Obrigada :)

    ResponderExcluir
  6. Gostei do ensinamento, claro e objetivo, não confunde a gente!

    ResponderExcluir